Champô sólido! Será tão complicado assim?

Updated: Jun 22, 2019



Usar é muito fácil, acertar com o champô que se adequa melhor ao seu tipo de cabelo é que pode ser mais complicado.

Tudo requer um tempo de adaptação e alguma "experimentação caseira", mas como todas as mudanças feitas até agora, não podíamos estar mais satisfeitos!!

A técnica do no-poh comigo não funcionou, depois da segunda semana a lavar o cabelo apenas com água fui a correr ao supermercado mais próximo comprar novamente um champô e um amaciador..o cabelo ficou muito gorduroso e apesar de o cabelo necessitar desse período para se "purificar" e de muitas pessoas conseguirem sem problemas cuidarem dos seus cabelos assim, eu não fui persistente o bastante para o conseguir e desisti da ideia.

Experiência 1: Sabão natural

Comecei por encomendar um sabão natural do "tipo aleppo" para corpo e cabelo e foi um verdadeiro desastre!! Depois do primeiro duche, o cabelo parecia feito de cera e dava para formar uma crista com as mãos e o cabelo nem se movia! Ainda esperei um tempo, com a esperança que o cabelo se adaptasse e se libertasse dos químicos e nada..cada vez pior e o cheiro não me agradava nada. Mas pelos vistos para o meu marido não poderia ser melhor, usa para corpo e cabelo e adora, a prova viva de que cada um tem mesmo de procurar o que melhor se adapta ao seu tipo de pele e cabelo!

Experiência 2: Sabonete para cabelo

Cheirinho muito melhor, com pH adequado para o cabelo e supostamente para cabelos secos. Resultado: cabelo tipo palha, como se tivesse esfregado uma barra de glicerina na cabeça ...

Nesta fase desanimei um pouco e resolvi encontrar "receitas caseiras" sem uso de embalagens de plástico. Em muitos sites encontrei a indicação de que utilizar o vinagre de maça diluído no final das lavagens retiraria os resíduos de sabão do cabelo, actuando como efeito condicionador. Experimentei, melhorou a experiência com o sabonete, mas mesmo assim, continuava com aspecto muito seco e impossível de pentear.

Para muitas pessoas esta foi a solução ideal para maridos que usavam o champô sólido para lavarem corpo e cabelo (um verdadeiro desperdício) =).

Experiência 3: Farinha de centeio

Não fiquei fã, mas de vez em quando porque não? 150 ml de água com 2 colheres de sopa de centeio. Utilizei uma garrafa de vidro para mexer bem o preparado até ficar homogéneo e depois espalhei bem por todo o cabelo, deixei repousar um pouco (10-15min) e por fim enxaguei com água.

Experiência 4: Nozes de saponária

Pois é, não se usam apenas para lavar a roupa, também podem ser usadas como champô! Coloquei uma mão cheia de nozes de saponária num pequeno tacho com 800ml de água, deixei ferver por 20 min e coei o preparado. A parte líquida (de cor acastanhada) deixa-se arrefecer e depois coloca-se num copo misturador ou varinha mágica até formar uma espuma branca. Essa espuma espalha-se por todo o cabelo (deixando actuar por 10-15min) e como com qualquer champô, passar por água no final! (não continuei com este método devido às nozes de saponária serem originárias da Índia).

Experiência 5: Champô sólido


Finalmente estou apaixonada! Desde a primeira utilização que adoro! Eu uso o champô sólido para cabelos secos de Rosas da Nelumbo (e daí termos escolhido esta marca para vendermos na loja online). São esteticamente muito bonitos, fazem uma espuma incrível nos cabelos, sem embalagem, livres de crueldade animal, sem silicone, óleo de palma ou glicerina. São compostos por ingredientes naturais, de entre os quais a argila que alimenta o couro cabeludo desde a primeira utilização.


A utilização é fácil, basta esfregar a barra de champô sobre o cabelo bem molhado e rapidamente terás uma espuma

abundante sobre o couro cabeludo e um cheiro incrivelmente rico, proveniente dos óleos essenciais.

O meu champô sólido dura mais de 4 meses (tenho o cabelo médio e lavo-o 2/3 vezes por semana).

O cabelo ganha efectivamente uma nova vida! Fica com um aspecto muito mais saudável e natural!

Uma vez por semana ainda utilizo o vinagre de maça diluído como amaciador, e uma vez por mês faço uma máscara de abacate para hidratar mais profundamente o cabelo.

Chá de alecrim também é um ótimo tonificante capilar!

Dica: não o coloques num local onde se mantenha húmido e se desfaça. Eu uso uma fatia de esponja de Luffa e é o suficiente para o manter seco e duradoiro. Para o ginásio coloco num frasco de vidro (uso as da pasta de dentes da Georganics) ou uma caixinha metálica, com a fatia de Luffa no fundo para que não se cole.

Independentemente de optares por um sabão ou por um champô sólido, o mais importante é que acabas com as embalagens de plástico dos champôs ditos normais, com os imensos ingredientes nocivos para o teu corpo e meio ambiente e com a experimentação em animais.

Estamos no bom caminho para uma casa de banho livre de embalagens e com um estilo minimalista encantador!!

#lixozero #crueltyfree #lesswaste #zerowaste #lixozero #vegan #plastikfrei #plasticfree #shampoobars #champôsólido #nelumbo #ecofriendlyshop #lojaonline


0 views

Copyright 2019 © B-Unplastic